Sou deficiente e busco um parceiro (a) como fazer? - Território Deficiente
Inscreva-se grátis para receber nossas novidades e atualizações!

Sou deficiente e busco um parceiro (a) como fazer?

Esse artigo pode chegar a mais de 50 milhões de deficientes!!! Pratique a Inclusão, Compartilhe esse Post.
Compartilhe
SOU DEFICIENTE E BUSCO UM PARCEIRO (A) COMO FAZER?

O texto de hoje, é meio abstrato, porém eu vou tentar fazer um manualzinho. No entanto aqui não é nenhuma revista destas de adolescente que quer ensinar o passo a passo de tudo, como dar o primeiro beijo, como chamar para sair, como se comportar na primeira transa e assim por diante.


Sou deficiente e busco um companheiro (a) como fazer?

Nada disso é exato, sabe por que? Porque estamos falando de relações humanas e aí o negócio complica de um jeito, que não tem condições de descrever, pois cada caso é um caso, cada segundo é único!!!

 Contudo eu vou tentar direcionar algumas pessoas com deficiência que querem um parceiro (a), um namorado (a), mas não sabem como fazer isso e não tem com quem conversar, porque infelizmente ainda tem muito preconceito em relação a isso. 

O pessoal ainda acredita que a pessoa com deficiência é um ser de outro planeta!!! Por isso que vamos fazer um "manualzinho" de como faço para arrumar um namorado (a)? Por onde começar ?Primeiro passo, já conversamos sobre ele aqui!!! É a bendita da ACEITAÇÃO!!! É normal a gente achar que ninguém vai ficar com a gente, no entanto isso não é verdade, desde que você se aceite... 

Se olhe no espelho e goste daquela imagem que está vendo, encontre ali os seus melhores pontos!!! Se veja como homem ou como mulher.. E aí, o que você viu no espelho? O que você mais gostou? Qual é o seu ponto forte?  Segundo passo, você precisa ter um papo interessante, ficar antenado no mundo. 

Todo relacionamento começa na conversa, não rola você ficar tímido, quieto, por fora de tudo que acontece no mundo, que ninguém vai ficar tentando puxar conversar com você. Terceiro passo, ter amigos!!! Sair de casa, você não vai encontrar ninguém no sofá da sua casa, em frente à televisão!!! Vai com amigos, para balada, barzinho, sorria, dance, se divirta, aproveite a vida!!!  

É, hoje em dia, é possível sim arrumar um namorado (a), um ficante sem sair de casa. Basta usar a internet, aplicativos, porém isso não elimina o que falei em cima, primeiro porque não tem como ter uma vida interessante, bacana sem uma vida social!! Segundo, você vai manter um namoro, apenas virtual? E perder tudo que um relacionamento real tem de melhor? 

E ai está gostando do artigo, quer receber esse e outros artigos e atualizações gratuitamente em seu e-mail? Então assine agora mesmo o blog território deficiente, obrigado!!! 


SOU DEFICIENTE E BUSCO UM PARCEIRO (A) COMO FAZER?

Agora vamos para uma outra etapa, que talvez venha antes ou junto com a aceitação, ou até depois mesmo, aí vai de cada um. É família!!! Muitas e muitas vezes, o assunto namoro, relacionamento, sexo, é um tabu nas famílias de pessoas com deficiência, elas simplesmente acreditam que, não sei o porquê o indivíduo com deficiência não precisa, não tem que viver essa experiência! E aí? Como faz? 

Há diversos caminhos, cada família enxerga isso de uma forma. Em muitos casos, a própria pessoa com deficiência consegue mostrar para família que ela não é um objeto de propriedade da família, mas sim um ser humano igual a qualquer outro, que quer viver!!! 

Têm outras famílias que são mais difíceis, aí é necessário muita leitura, entender as necessidades do sujeito, entender o que é uma deficiência, aqui muitas vezes precisa de ajuda profissional, para fazer uma ligação, perceber que o sujeito com deficiência é igual a todos os membros da família, por isso, por que ele não pode namorar?

Vamos voltar a falar mais sobre a vida social, pois acho que é nela que uma pessoa aprende a maior parte de como se comportar, como arrumar um parceiro, é aqui que ganhamos desenvoltura para ter um bom papo, não ser tímido, mas também não falar demais, ser agradável e assim por diante... 

Também é na vida social que aprendemos a como abordar aquela pessoa que estamos de olho, contudo vou tentar enumerar algumas atitudes interessante para você ir até uma pessoa… Como chegar em alguém?

Observe sempre a pessoa antes de chegar nela! Veja como ela está sentada ou de pé e qual é a expressão facial dela. Ela parece estar aberta para uma conversa? Vai se aproximar? Então seja:

☛ receptivo;
☛ Sorria;
☛ Não fique nervoso;
☛ Se apresente de uma forma descontraída;

Agora, lembra da observação, fale do ponto em comum que você encontrou entre vocês dois!!! Use sempre o nome da pessoa!!! Isso faz com que o sujeito crie uma afeição por você! Procure sempre fazer um contato visual com a pessoa!!! Para o papo fluir, faça perguntas abertas, como por exemplo, como você conheceu o blog Território Deficiente?

☛ Fale, mas também escute;
☛ Encontre pontos em comum entre vocês;
☛ Evite falar muito de si mesmo;

Acho que coloquei as noções básicas para a pessoa se sentir mais segura, para ir atras do seu objetivo, que aqui no caso é arrumar um parceiro (a).

Essa postagem é exclusiva, não cometa crime de plágio!!! Cite a fonte e o link do blog pelo qual fez uso do artigo.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Parceiros do Território