Bordel, Casa Noturna Adaptada para Pessoas com Deficiência, vamos? - Território Deficiente

[Fechar]

Colabore com o Blog. Faça uma doação! Ajude na manutenção desse projeto.

Bordel, Casa Noturna Adaptada para Pessoas com Deficiência, vamos?

Esse artigo pode chegar a mais de 50 milhões de deficientes!!! Pratique a Inclusão, Compartilhe esse Post.
Compartilhe
Bordel, Casa Noturna Adaptada para Pessoas com Deficiência, vamos?

Continuando com pensamento, enquanto isso, no país de terceiro mundo, vamos conversar sobre os julgamentos que o povo faz em relação as pessoas com deficiência... 

Bordel, Casa Noturna Adaptada para Pessoas com Deficiência, vamos?

A gente sabe que aqui no Brasil, agora que estamos começando a olhar para a questão da acessibilidade. Sim, já temos alguns pontos com total acessibilidade, a maioria, se eu não me engano, são pontos turísticos e algumas outras coisinhas e só... Tem também algumas estações de metrô, pouquíssimos ônibus... Já as ruas, calçadas, são uma calamidade, quase impossível um cadeirante andar sozinho. 

Eu aqui em São Paulo, só uso carro, infelizmente, pois adoraria andar a pé, como fazia em Barcelona. Olha, não é uma cidade totalmente acessível, mas a pessoa com deficiência já tem uma liberdade de ir e vir, fantástica, eu fiquei encantada, apaixonada!!! Gostaria imensamente de morar lá, minha realidade seria outra...

Eu falei isso, para a gente seguir o raciocínio que estamos mostrando nestes textos, enquanto isso, no país de terceiro mundo. Uma boa parte da sociedade é preconceituosa e ignorante, pois fazem questão de ignorar a pessoa com deficiência, se achando superior a ela. Resultado, temos um país, completamente, sem preparo para as pessoas com deficiência, acreditam que essa tem que ficar em casa e pronto, esse é o seu fardo!!!

O assunto do post de hoje, é que no terceiro mundo, não tem bordel,  casa noturna, especifico e com adaptações para pessoa com deficiência  aqui, em um país de terceiro mundo!!!  Que??? Como assim? Eu nunca ouvir falar Nisso!!!

Nem eu!!!!! Claro, se eu não me engano, aqui no Brasil, não tem nada disso!! Para que ter um negocio deste, perda de tempo e de dinheiro, afinal a pessoa com deficiência é doente!!!!! Ela precisa de clínica, hospitais, aparelhos, camas hospitalares, cuidadores e só.

Bordel, Casa Noturna Adaptada para Pessoas com Deficiência, vamos?

Lazer, amor, sexo, são apenas para pessoas normais, perfeitas? É assim que pensa quem vive em um país pobre, ignorante, de terceiro mundo pensa, não é? Já em países de primeiro mundo, o pessoal aceita a pessoa com deficiência, sabe que ela tem uma deficiência, no entanto isso não a impede de ser um ser humano igual a qualquer outro, com as mesmas necessidades...

Por isso a gente encontra em países desenvolvidos, o respeito, a acessibilidade, a dignidade, lugares preparados para receber qualquer pessoa... Um exemplo de casa noturna, é em Londres que inaugurou a sua primeira casa noturna dedicada a pessoas com deficiência auditiva. A equipe do Deaf Lounge aprendeu a linguagem de sinais para atender o seu público.

Não ouvir não, é um mero detalhe, não impedindo de ter música. Todo mundo cai na pista de dança e acompanha o ritmo pelas vibrações. O dono da casa noturna, Paul Cripps, tem uma deficiência auditiva e quis abrir o negócio, com objetivo de ajudar pessoas com a mesma deficiência a socializar e fazer amigos.

Nos países de primeiro mundo o tema dessa postagem não é um problema, mas e você o que pensa sobre o assunto? A discussão está aberta!!!

Gostou do texto? Sim,  então compartilhe essa postagem em suas redes sociais para que mais pessoas tenham esse conhecimento!

Curta a nossa página no facebook para ficar sempre por dentro das novidades, assine o território deficiente em "ASSINE". Até a próxima!

Essa postagem é exclusiva, não cometa crime de plágio!!! Cite a fonte e o link do blog pelo qual fez uso do artigo.





0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Parceiros do Território