24 Medos que os Deficientes têm na Sexualidade! - Território Deficiente 24 Medos que os Deficientes têm na Sexualidade! - Território Deficiente

24 Medos que os Deficientes têm na Sexualidade!


Olá, pessoal, tudo bem? Vamos bater um papo sobre um sentimento que costuma paralisar a vida sexual de muita gente, sobretudo das pessoas com deficiência? O assunto é o medo!

24 Medos que os Deficientes têm na Sexualidade!

Como você, pessoa com deficiência, lida com ele? Sente muitos ou poucos medos? Eles te paralisam ou não?Será que dentro dessa listagem de 24 medos que, disponibilizamos para você de forma gratuita, quantos rondam a sua cabeça?

Alguns listados são:

☛ O de não satisfazer o parceiro (a);
☛ O de mostrar o corpo assimétrico;
☛ O de não conseguir ter ereção;

E mais 21 medos...

Não deixe de conferir e veja se você se identifica com um ou uns deles... Se algum medo que você sente não se encontrar nos mencionados no texto conta pra gente aí! Vamos adorar saber!!!

Clique no botão abaixo e confira!


Curta a nossa página no facebook para ficar sempre por dentro das novidades, assine o território deficiente em "ASSINE" e compartilhe essa postagem com os amigos (as). Até a próxima!
Espalhe essa postagem por ai!!! Quer saber sobre: Marketing digital, fale com a gente.
Compartilhe
Deixe aqui seu comentário!

4 comentários:

  1. Penso que o pecado da matéria é não incluir na tal relação da pessoa com deficiência, o sexo homofoafetivo. Sou cadeirante gay, conheço um mundão de pessoas com deficiência homossexuais e o Território Deficiente não aborda nada com essa temática.

    ResponderExcluir
  2. Temos um trabalho mais completo e nele abordamos essa questão sim: https://www.territoriodeficienteebooks.com/p/sexualidade-e-deficiencia.html
    Jeova Aquino muito obrigado pela sua participação, fique a vontade para nos enviar sugestões de postagens.

    ResponderExcluir
  3. pessoas pensam que deficientetransam ,amam,trabalham,,pagam contas vivem de a maneira diferenciada dos demais ,lêdo engano..

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho dois medos que não estão listados aí.

    O primeiro deles é o seguinte. A pouco mais de 3 meses conheci uma mulher em um site de relacionamentos. Estamos até hoje conversando, ela me disse ser Pedagoga, 34 anos, tem uma filha e separou-se do marido a mais ou menos 1 ano. Ela não tem deficiência aparente. Disse também que o exmarido é um bom pai para a filha, e que foi trabalhar fora do Brasil, por pelo menos 1 ou 2 anos.

    Gosto muito de conversar com ela, conversamos praticamente todas as noites e agora que estou de férias algumas vezes durante o dia também.

    Apesar disso, ainda tenho um certo receio do exmarido. É bastante comum a gente ouvir notícias sobre violência contra a mulher, perpetrada principalmente por homens que não aceitam o fim do relacionamento. E muitas vezes esta violência respinga até mesmo no novo companheiro da mulher. Ela me disse que foi ela quem terminou o relacionamento, que não há chance de volta, que ele aceitou o fim tranquilamente, que abriu mão dos bens em favor dela e da filha, que ele já casou novamente e que foi trabalhar fora do Brasil. Mesmo assim, o receio ainda persiste.

    O segundo medo que eu tenho é em relação as amigas da mulher. Tenho medo das amigas a convencerem de que namorar uma pessoa com deficiência é bobagem, que ela vai ter que cuidar de mim, que vai ter que abrir mão de fazer as coisas por minha causa, e que tem caras mais interessantes para apresentar. Esse medo ronda minha cabeça!

    Bem é isso, aguardo respostas para debatermos este assunto tão pouco falado.

    ResponderExcluir

Parceiros do Território