Pessoas com Deficiência e uma Vida Inteira sem Transar? - Território Deficiente
Colabore com o Blog. Faça uma doação! Ajude na manutenção desse projeto.

Pessoas com Deficiência e uma Vida Inteira sem Transar?

Esse artigo pode chegar a mais de 50 milhões de deficientes!!! Pratique a Inclusão, Compartilhe esse Post.
Compartilhe
Pessoas com Deficiência e uma vida inteira sem sexo?

Aqui no blog vira e mexe conversamos sobre a pessoa com deficiência e sua sexualidade. De como é cansativo viver em uma sociedade que ainda não entende que a pessoa com deficiência é sexual, sente vontade, desejo, tesão. E como não vivenciar tudo isso é desgastante e atinge psicologicamente qualquer um.

Pessoas com Deficiência e uma Vida Inteira sem Transar?

É comum nos sentirmos preocupados com a frequência com que transamos e comparar nossa vida sexual com a das outras pessoas. E quando imaginamos que nunca viveremos aquela noite de amor, hein? “Nossassinhora”! Chega a ser desesperador! Afinal, ninguém quer isso para si! Não é mesmo?

Geralmente, com a percepção de que falta sexo, esse ingrediente básico do cotidiano, as pessoas se sentem fora da normalidade e infelizes!!! E é totalmente compreensível, né? Sexo é algo natural e essencial em nossas vidas, tanto por questões físicas quanto psicológicas.

Claro que, nem sempre temos a oportunidade de praticá-lo, seja por estarmos solteiros, seja pela passagem de um momento conturbado ou por outro fator que costuma ser uma barreira para vivência sexual, é uma palavrinha chamada "deficiência". Sim, não podemos dizer que todas as pessoas com deficiência enfrentam problemas para se relacionarem. Mas, com certeza, podemos dizer que a maioria enfrenta! E algumas situações contribuem para isso:

Superproteção dos familiares
Necessidade de acompanhamento constante
Falta de conhecimento do próprio corpo e da própria deficiência
Perceber-se fora do padrão e ter a autoestima comprometida
Crenças limitantes (Não posso, não consigo, isso não é para mim, etc...)
Medo, insegurança...

O fato é que, para a maioria, ficar sem sexo traz sofrimento físico e psicológico. Pois, sexo colabora com o fortalecimento do sistema imunológico e sua abstinência deixa a pessoa mais vulnerável, além de, aumentar os níveis, ansiedade, estresse e mau humor.

É verdade que não escolhemos ter deficiência e nem as implicações que ela traz. Realmente há situações que não dependem da gente. Quem tem limitação maior não conseguirá abrir mão da ajuda de terceiros. Ok! Mas outras situações dependem totalmente do comportamento em relação a elas.

Exemplo: Posso me preparar psicologicamente para vivenciar o sexo, posso buscar autoconhecimento, posso trabalhar a autoestima e me livrar das crenças limitantes. É fácil? Não, não é! Você precisa de apoio para essa transformação acontecer e afastar para longe as chances de viver uma vida inteira sem sexo (Ninguém merece!).

Por isso, além de te ajudar com esse texto, gostaríamos de indicar um material incrível que, alias, está com um superdesconto pra você de R$ 25,90 por apenas R$ 18,90 dividido em duas vezes. É o E-book Sexualidade e Deficiência: Esse é o Assunto.

O livro digital sobre a sexualidade da pessoa com deficiência que faltava! Com assuntos inovadores e um jeito de falar compreensível a todos os públicos. Mas tem que correr porque esse desconto é por pouco tempo. Clique agora no botão abaixo! Juntamente com o e-book, a chance de ter sua vida sexual transformada.


Ahhh, já íamos esquecendo de contar... Se você é mulher com deficiência, o Manual da Mulher com Deficiência, também está com esse superdesconto, apenas R$ 18,90 dividido em duas vezes.

Rumo a uma vida sexual gostosa, literalmente! ;)
Território Deficiente

Curta a nossa página no facebook para ficar sempre por dentro das novidades, assine o território deficiente em "ASSINE" e compartilhe essa postagem com os amigos (as). Até a próxima!

Essa postagem é exclusiva, não cometa crime de plágio!!! Cite a fonte e o link do blog pelo qual fez uso do artigo.
1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário:

  1. boa tarde isso e legal. eu nunca tive contato com mulheres nenhum. sou cadeirante deis do 6 anos hoje estou com 54 e faço da um jeito pra matar minhas vontade.

    ResponderExcluir

Parceiros do Território