Header Ads Widget

Ad Code

Pessoas com Deficiência Relatam Realidade dos Namoros

| Divida esse texto com alguém. COMPARTILHE!!!
Deficiência - Namoro - Relatos

Sabe aqueles assuntos que rendem? Pois bem, Namoro e Deficiência é um deles. Temos alguns textos aqui no blog sobre esse tema. Mas na postagem de hoje, vamos trazer relatos de casais que falam sobre o estigma social que significa namorar alguém com deficiência, vamos lá? Esse assunto vai render...

Pessoas com Deficiência Relatam Realidade dos Namoros

Deficiência - Namoro - Relatos
Em diversos relatos, casais contam o estigma social que significa namorar alguém com deficiência | Foto: Brayan Riker

Um casal famoso foi alvo de preconceitos nos últimos dias. Depois que Hannah e Shane Burcaw se casaram em uma cerimônia íntima em casa, eles compartilharam uma foto do evento nas redes sociais. Mas eles receberam de volta mensagens como estas:

Deficiência - Namoro - Relatos

“Falando sério agora... ela também tem outro parceiro para relacionamentos íntimos?", diz um pessoa no comentário. "Ele é rico ou algo assim?", comenta outra pessoa. "Meu Deus... isso deve ser photoshopado”, comentou outra pessoa.

Os alvo dos comentários maldosos são os YouTubers Shane e Hannah. Ele tem deficiência, e ela não. Shane tem atrofia muscular espinhal e usa cadeira de rodas desde os dois anos. Temos a matéria completa desse caso aqui. 

Tratam a deficiência como se fosse uma doença 

Deficiência - Namoro - Relatos
Uma pesquisa, de 2014, sugere que 44% dos britânicos incluídos na amostra não considerariam fazer sexo com alguém que tivesse uma deficiência física | Foto: Brayan Riker

Uma pesquisa, de 2014, sugere que 44% dos britânicos incluídos na amostra não considerariam fazer sexo com alguém que tivesse uma deficiência física, enquanto 50% não descartariam a possibilidade.

“Eu vejo que a sociedade ainda rejeita no olhar. Existe uma distância, principalmente para quem é cadeirante de rodas. As pessoas tratam a deficiência como se fosse uma doença: ‘Coitadinho, ele não pode”, revelou Magno Sancho, militante da causa da deficiência.

Magno revela que logo que se juntou com a mãe de seus filhos, quando eles saiam, não ia de cadeira de rodas, ele se arrastava. “Eu me arrastava pois era cotó e as pessoas tomavam um susto. Ela ficava com muita raiva, mas explicava para ela que essas pessoas que estavam julgando não têm contato direto comigo. Elas não estão acostumadas. Eu nunca sentia que era deficiente, ia para todo lugar”.

As pessoas ficavam nos olhando

Deficiência - Namoro - Relatos
Wivianne Ferreira é casada há três anos com Sonny | Foto: Brayan Riker

Wivianne Ferreira é casada há três anos com Sonny, mas eles vivem juntos há 10 anos. Ela e o marido são professores de Educação Física. Eles se conheceram num curso de Educação Física Adaptada. Dois anos depois eles tiveram contato novamente e decidiram começar um namoro, em 2011. Hoje eles têm uma filha de sete anos.


Para ela, antes de se falar em preconceito, é necessário que a pessoa com deficiência se aceite para que o preconceito não seja uma barreira para viver.

“Eu e meu marido nunca sofremos preconceito. Mas é claro, nós saímos juntos para praças ou shoppings, e as pessoas ficavam olhando. Meu marido é mais novo que eu e sempre as pessoas ficam nos olhando”, contou.

O respeito contribuiu para que o relacionamento do casal sempre fosse forte. Wanessa afirma que nunca teve problema com a deficiência. Desde que soube que teria que amputar, em 2006, ela sabia que teria uma vida comum. “Não seria como antes, mas sabia que poderia ter ajuda de próteses e muletas. Então nunca me deixei me abalar por conta disso. 

A relação com meu marido é muito forte, porque ele sempre me ajudou bastante. Até por ele ser mais novo, eu perguntava se atrapalharia, mas ele nunca viu problema”.

Regra da vida para ser feliz

Magno ressalta que para ser feliz é necessário se amar primeiro. Deus te dá oportunidade. Nada de um olhar te deixar para baixo. Se ame primeiro, não se ache inferior a ninguém. Posso namorar, casar e construir uma família sim”, encerra o relato.


Fique com a Gente e não Perca Nossas Atualizações!

Blog Território Deficiente
Ainda está cedo, continue com a gente, vamos disponibilizar alguns textos que possa ser do seu interesse.


👉  Quer receber assuntos como esse, direto na sua caixa de e-mail e ainda levar dois e-books grátis? Então assine o blog agora mesmo e siga-nos nas redes sociais, desde já agradecemos!!!


Temos botões de COMPARTILHAMENTOS logo abaixo. Clique neles e espalhe essa postagem para o mundo, lembre-se: COMPARTILHAR É INCLUIR!!!

Postar um comentário

0 Comentários